24.5.17

Acreditar e confiar!

A nossa casa é e deverá ser sempre o nosso Porto Seguro. Aquele local onde nos sentimos verdadeiramente confortáveis, onde a paz e tranquilidade do Lar nos deverá trazer a serenidade e o descanso que merecemos.
Quando alguém invade o nosso espaço sem pedir permissão, a isso chama-se violência!
 Assaltaram-nos a casa na passada semana.
 Eu já tinha passado por esta sensação, quando há uns anos me assaltaram a casa (vivia sozinha) e me levaram toda a colecção de relógios da Swatch.
Eu era coleccionadora daquelas à séria! Para mim os relógios eram peças de arte. Não usava os relógios, estavam em exposição para que todos os dias os pudesse contemplar.
Tinha relógios com valores que nem me atrevo a mencionar aqui. Relógios que só havia 5 ou 6 pelo mundo. O meu “anel de curso” foi um relógio maravilhoso!

Um dia o telefone toca...
 - Rita, tens que vir rápido... assaltaram-te a casa...tens a PJ dentro de casa!
- os meus relógios?!?!?!
- acho que não está cá nenhum...


Foi um choque entrar em casa, ter a porta toda partida, a casa toda remexida, os meus relógios desaparecidos e a sensação que me tinham levado o mundo.
Nunca mais comprei um relógio. Nunca mais consegui ter o mesmo encanto.
Demorei alguns dias e voltar a casa. A conseguir dormir sozinha. Tinha vontade de desinfectar a casa toda mas não sabia por onde começar.

A sensação de desconforto foi-se dissipando até ao dia 19 de Maio de 2017.
Entraram-nos em casa. Mexeram nas minhas coisas. Levaram pertences dos meus filhos.
É avassaladora a sensação de impotência perante tal atrocidade.
Alguém entra na nossa casa a meio do dia sem permissão, mexe e remexe, assalta os mealheiros das crianças e sai pela porta como se nada fosse.
É assustador o mundo em que vivemos.
É desolador lembrar-me da cara do meu filho ao perceber que as suas poupanças (que de uma forma pedagógica fomos fazendo ao longo dos anos), foram usurpadas sem dó nem piedade.
O medo de estar em casa,  a sensação de insegurança, o receio pelos meus filhos... vai demorar a passar, mas juntos somos mais fortes e com poupanças ou sem elas, vamos na mesma conseguir alcançar o objectivo.
É com situações como estas que dou aos meus filhos a noção que a vida não é um conto de fadas, mas que mesmo assim conseguiremos viver uns dias de sonho na Eurodisney como eles tanto anseiam (e tanto pouparam para isso).

Não tenho qualquer dúvida que iremos.
Basta ACREDTAR e CONFIAR em dias melhores!

Um beijo
M.




19.5.17

Rotinas...

Esta semana visitei a minha Dermatologista.
Tendo em conta o susto que apanhei em Janeiro deste ano (podem ver aqui) e tendo ordem directa de vigia de 3 em 3 meses, fui esta semana à consulta de rotina (e já com atraso).
Entrei a medo... o medo e o pânico de voltar a ouvir o mesmo apoderou-se de mim.
A acompanhar a minha médica estava um simpático médico (em estágio) que rapidamente ficou a saber a história toda...
 “...esta paciente é das boas! Vem  à minha consulta religiosamente 2 vezes por ano. Nunca falha! Foi na última consulta que detectámos um sinal alterado que foi rapidamente removido... blá blá blá!”

- Rita, vamos despir?
- (pânico) vamos...
- hummm... temos aqui mais dois para vigiar de perto... não é?
- (pânico) é....
- ... este está bem, este também... este... hum.... para já tudo bem, este também.... este... também... este... ai este!...e este!..
- (pânico) Dr.ª vamos tirar já isso...
- Rita, não é preciso!
Como sei que o susto foi enorme, tenho a certeza que irá vigiar de perto estes dois sinais que estão com alerta laranja. Caso tenha sintomas similares aos que teve em Dezembro (comichão, ardor e dor), liga-me de imediato! Como estou certa que se irá portar muito bem este Verão (risos), está dispensada da consulta de Setembro. Quero vê-la em Dezembro!! Agora veja lá o que faz este Verão (risos)... Não me deixe ficar mal!!

Não vou deixar. Seguramente.
Confesso que saí feliz. Aliviada também. 
Não se esqueçam que a praia está à está porta!
Consultem um Dermatologista!!! Usem protector solar!!! Façam o que vos digo, não façam o que eu fazia!
Não se ponham a jeito! A vida são dois dias...

Um beijo

M.


Foto | Pnterest

16.5.17

Somos do tamanho dos nossos sonhos!

Somos, efectivamente, do tamanho dos nossos sonhos.
Isso viu-se, sentiu-se! Isso vê-se, sente-se hoje na forma renovada como acordámos!
É impossível não falar no que se passou neste dia 13 de Maio de 2017.
Impossível não escrever sobre este momento histórico para que um dia os meus filhos possam através das minhas palavras, sentir a emoção que eu e todos os portugueses viveram neste dia.
Sou do tempo em que ficávamos colados ao sofá, agarrados à televisão de cores garridas, ano após ano, na esperança de termos um lugar de destaque na Eurovisão.
Era um dia de família (tal como hoje!), em que nos juntávamos na esperanca que a união fizesse a força. Nunca fez. Nunca passámos de um honroso 8º lugar.
 Este ano foi diferente. Tudo diferente.
Vivemos este festival da canção de uma forma tão intensa como a música que nos fez brilhar o olhar quando percebemos o que aí vinha.
A música que nos encheu o coração e o coração daqueles que não entenderam uma palavra que foi dita, mas que a sentiram tal como nós. 
Venceu a simplicidade. Venceu o sentimento. A amizade. A leveza. A ternura. A delicadeza. O Amor... e o amor vence tudo!
 Fez-se história!
Um miúdo diferente, sem caganças (desculpem a expressão!), inteligente, educado.
Um miúdo cheio de valores e bons princípios.
Um miúdo que foi rotulado de isto e daquilo.
Um míudo cujas aparências enganam e quem vê caras não vê corações.


O nosso Papa Francisco em Fátima pela primeira vez! Uma emoção carregada de esperança e amor (que tanta falta nos faz nos dias que correm!)
O Benfica Tetra campeão Nacional e uma emoção enorme para todos os que partilham o amor ao clube. 

Que bom fim-de-semana que tivemos!
Sentem-se renovados?!
Também eu!!
Tenho uma fé inabalável no destino e nada acontece por acaso.
As coisas boas acontecem!
Basta acreditar!

Um beijo
M.
Photo | Pinterest

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © As Memórias da M